Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

zona de desconforto

zona de desconforto

Detesto praxes.

Geralmente não o suporto, acho que, dos quatro, é o que menos contribui para o programa, mas desta vez não podia estar mais de acordo com o Luís Pedro Nunes. Tal como ele também eu tenho aversão às praxes, sempre tive. Há milhares de formas de integrar os novos alunos nas universidades mas humilhar jovens imberbes não é, nem pode ser, uma delas. Desenganem-se, as praxes não são a derradeira forma de integração são, sim, uma coisa inventada por quem gosta de mandar mas não tem como e, desta forma, tem ali à mão de semear um grupo de adolescentes que acreditam que têm de passar por aquilo sob pena de não conseguirem fazer amigos na faculdade. As praxes são sempre ridículas mas aquilo que se passou este ano bate todos os recordes da estupidez. Brincar com o que aconteceu no Meco? A sério? Andaram meses a ludibriar as pessoas, a dizerem que as praxes não eram aquilo, que não eram violentas nem humilhavam ninguém e assim que têm oportunidade ridicularizam um acidente que destruiu a vida de tantos pais? Acho inadmissível as faculdades continuarem a compactuar com estes rituais. 



 

3 comentários

Comentar post