Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

zona de desconforto.

zona de desconforto.

16
Dez15

Estilizar a biblioteca pessoal

Estou cheia de vontade de reorganizar a estante dos livros da nossa sala. Quando nos mudámos havia tanta coisa para fazer que pedi ao meu homem para tratar da estante. Eram caixas e caixas de livros e eu não tinha energia nem disponibilidade mental para lidar com elas. Só lhe pedi para ter atenção ao peso e tentar distribuir as coisas de forma equilibrada, para não ficarmos com uma prateleira cheia de livros com 600 páginas sob risco de desabamento. Ele pôs tudo direitinho na nossa Billy do IKEA - que aguentou estoicamente a mudança, bem como toda a mobília da loja sueca que compõe a nossa casa. Yei! - e, na altura, achei perfeito. Mas agora, uns meses depois, acho que está demasiado… direitinho. Falta ali uma arrumação mais pensada. Já na outra casa foi igual. Tivemos uma trabalheira a pôr os livros todos por ordem alfabética – foram horas de trabalho! – e uns meses depois fartei-me, aproveitei a ausência dele e mudei tudo de sítio.

Todos os dias quando me sento no sofá olho para a estante e apetece-me logo atirar-me a ela e dar-lhe uma grande volta, mas o cansaço prende-me ao sofá e acabo sempre por adiar esse projecto. Mas cheira-me que não passa de Janeiro. Já perguntei ao meu homem se ele não se importa, visto ter sido ele a organizá-la e longe de mim estar a ferir o sentido estético dele, mas é para o lado que ele dorme melhor. Acho que ter perguntado enquanto ele estava a ver o Benfica ajudou.

Para despertar a minha criatividade estive a percorrer o meu Pinterest à procura de ideias giras e também já li alguns artigos sobre como estilizar estantes, uns mais interessantes que outros. Um deles sugeria aplicar a máxima less is more, ou seja, neste caso, fazer uma selecção de livros para dar para abrir mais espaço para a decoração propriamente dita. Nem li mais. Era só o que faltava desfazer-me dos nossos livros. Para mim uma casa sem livros é uma casa despida, sem vida. Os livros para além de dizerem muito sobre quem ali vive também dão personalidade ao espaço. Toda a vida vivi rodeada de livros e tenciono continuar. Aliás, até gostava de ter mais uma ou duas Billys porque continuamos a comprar livros e não estamos a conseguir guardá-los todos juntos, mas a falta de espaço é um entrave. Talvez um dia.

Até lá vou trabalhar com o que tenho e inspirar-me em projectos alheios para ganhar ideias e energia. 

 

1ad1d59b1e561be2815a14471a10924a.jpg

 

226b57b88c985f2077d336ca0ad9f275.jpg

403b53e7899b8a8acce60e1fbb72fd40.jpg

427d3314308f27b9cef6d3fd72b27a44.jpg

6347e5bf7ac9727fa370c34da5158020.jpg

09302f3ac35001bd314745c6516c2d1b.jpg

11077003ba7f1aa98089204510c3c3b3.jpg

b7cb27f76e4502dadd59802f09c894b7.jpg

be53ab87dc162f8a9b18c52fdf9fe3ae.jpg

d49fa5e3150fe9d05185084d38855b38.jpg

 

Todas as imagens via Pinterest.

 

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D