Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

zona de desconforto

zona de desconforto

#onrepeat | Sia - Elastic Heart





Não é só a música que está em repeat por estes lados. O (fantástico) vídeo também não me sai da retina. Muita coisa se poderia dizer sobre isto mas vou-me cingir a apenas três:


- A Sia continua a não desiludir. As músicas, não sendo muito elaboradas nem muito diferentes do que se tem ouvido até agora, ficam no ouvido. Mas para mim o melhor são mesmo as letras. É incrível a capacidade que ela tem de contar uma história em apenas 2 ou 3 minutos. Well, I've got thick skin and an elastic heart, / But your blade it might be too sharp / I'm like a rubber band until you pull too hard, / I may snap and I move fast. Estas analogias são tão boas que me matam aos bocadinhos. 


- O vídeo saiu a semana passada e, de repente, estoirou o escândalo. Que era uma pouca vergonha, que o vídeo era uma promoção clara da pedofilia, coitadinha da menina que só tem treze anos e anda ali a esfregar-se no Shia LaBeouf e rebeubéu pardais ao ninho. Vamos lá ter calma e pensar um bocadinho antes de dizer parvoíces. O que me parece é que o terror que nos entra em casa diariamente via telejornais e internet nos está a deixar maluquinhos. Mudem lá o chip. Isto é arte, não é crime. A coreografia está fantástica e eles os dois também. Já vi o vídeo milhentas vezes e não identifiquei nada que tivesse conotações sexuais.


- E não é que descobri o Shia LaBeouf?! E que bela descoberta foi esta! Já o tinha visto em alguns filmes, no New York, I Love You e, mais recentemente, no Ninfomaníaca, mas sempre o tinha achado assim um pãozinho sem sal. Um homem com cara de bebé - haverá maior turn off? - sem graça nenhuma. Mas de repente transforma-se nisto! Num pedaço de mau caminho. Num homem a sério, com uma barba hipster que deve fazer inveja a muitos homens. O mundo com este Shia LaBeouf é, sem dúvida, um mundo melhor. Belo casting senhora Sia.