Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

zona de desconforto

zona de desconforto

Workout report

Passaram-se mais de duas semanas desde a última vez que falei nesta vontade súbita de me inscrever no ginásio. A vontade esteve sempre aqui mas as dúvidas sobre se devia mesmo gastar 39€ do meu orçamento mensal no ginásio permaneciam. “E se me fartar?”, “E se quiser desistir e não me deixarem?”, “E se precisar do dinheiro para outra coisa?” e se, e se, e se. Typical me. Durante estas duas semanas andei a inquirir todas as pessoas que conhecia que andaram ou andam no Solinca para saber que tal tinha sido a experiência. Quem já andou diz que para cancelar o contrato é uma trabalheira, quem o frequenta diz que gosta muito e nem pensa em desistir. Entretanto saiu este artigo na NIT que ainda me deu mais vontade de fazer a inscrição, mas a gota de água foi mesmo a mensagem que recebi do ginásio a informar que até dia 17 iam oferecer o valor da jóia (30€) para novas inscrições. “É que nem é tarde nem é cedo!” Dia 17 ao fim do dia lá estava eu à porta do ginásio super decidida. Eu e mais 30 pessoas... sim, contei-as. Ainda pensei que aquela fila enorme era um sinal do além para me pôr a andar, que ainda estava a tempo de voltar atrás, mas não cedi! Esperei, esperei, esperei e lá me inscrevi e, coincidência das coincidências, no dia seguinte a Oysho estava com 20% de desconto em toda a colecção! Oh felicidade! Não é por nada, mas a roupa de desporto é toda caríssima e não morro de amores pela das marcas próprias da Sport Zone e da Decathlon, que são mais em conta mas enfim… acho que ter roupa bonita e com a qual me sinta bem também pode servir de motivação para ir treinar, por isso este desconto não podia ter vindo em melhor altura. Comprei ténis, calças e um soutien mas ainda me falta comprar mais dois pares de calças e soutiens, uns topzinhos e um saco para levar a tralha toda.

  

 

IMG_20150921_212444.jpg

 

Para a semana vou ao Freeport ver se encontro qualquer coisa de jeito. Sempre ouvi dizer que as lojas de desporto lá são óptimas, que se conseguem grandes achados por isso vamos lá ver se tenho sorte… estou muito céptica e acho que vou sair de mãos a abanar. Quando entro em lojas com tudo virado do avesso e desorganizado – cenário de 90% das lojas do Freeport – fico logo com vontade de vir embora.

Os treinos só começam em Outubro e até lá vou ficar a aguardar que me liguem para fazer a avaliação da minha condição física, que deve ser miserável, e o plano de treino. Can’t wait! Estou aqui que nem posso e isso assusta-me. Há grandes probabilidades de este entusiasmo todo cair a pique assim que saltar para a passadeira e começar a ver tudo turvo ao fim de 4 minutos. Foi a pensar nisso que elaborei todo um plano de ataque para os dias em que a desmotivação me bata à porta, porque vai bater. Criei uma playlist no iPod com músicas mexidas e divertidas para me motivar nos treinos – treinar sem música está fora de questão. Já tentei e é um inferno -, comecei a seguir uma data de sites, blogs e contas de Instagram viradas para o fitness e ainda fiz uma lista com todas as razões pelas quais não me posso deixar vencer pela preguiça. Sim, eu sei, sou uma nerd, aposto que mais ninguém faz isto, mas não quero ser apanhada desprevenida pela desmotivação e por isso todas as ajudas são bem-vindas. Para além disso, todos os motivos são bons para fazer uma lista! É uma forma eficaz de organizar o pensamento e não perder o foco das coisas importantes e isto tanto é válido para o supermercado como, pelos vistos, para o ginásio. Não me julguem.

1 comentário

Comentar post